unique visitors counter
Precisa de ajuda?
Faça aqui a sua pesquisa
5 coisas extremamente estranhas que todos nós já fizemos

O humano é um ser muito estranho. Basta ligar a TVI para conseguir ver isso todos os dias. No entanto, não é desse tipo de "doença" que vamos referir neste post. 

É de salientar que nas nossas "estranhezas" que moram as nossas maiores qualidades. 

Confere esta lista:

1- Toque Fantasma

As pessoas hoje em dia, basicamente, não vivem sem smartphones. E por isso, o hábito de ir ver as notificações no smartphone é quase espontâneo. Um fenómeno conhecido como 'toque fantasma' acontece quando de repente tu ouves o aparelho a emitir um som que tu programaste para quando recebes novas mensagens ou o sentes a vibrar. No entanto, quando tu olhas, não há nada lá. Nenhuma mensagem, ligação ou sequer notificação.

2- Massa do Bolo

Muitas pessoas dizem que comer a massa do bolo cru faz mal à saúde. Isso porque nos ingredientes que são adicionados, incluem fermentos e ovos, que podem transmitir salmonela. No entanto, é basicamente irresistível, principalmente se o bolo for de chocolate, olhar para aquele restinho da massa e não lamber tudo.

3- Comida quente

Sabes quando a comida já está pronta e sabes que possivelmente ela está muito quente para ser comida mas mesmo assim tu vais lá e dás uma colherada? Pois é. O resultado? Uma queimadura. Provavelmente isso deve ter-te acontecido diversas vezes durante a vida. Não importa o quanto alguém te tenha avisado, tu precisavas testar por ti mesmo.

4- Sorrir para os cães pequeninos

É tão comum que nem sei se poderemos chamar este hábito de estranho. Mas poderíamos dizer que é no mínimo engraçado como fazemos "vozezinhas" para falar com nossos cães, e às vezes com os gatos também, assim como com bebês recém-nascidos. Ou como sorrimos para eles ao menor sinal de fofura. Algumas pessoas até mesmo falam com eles como se eles os entendessem. Estranho, mas fofo.

5- Enfiar agulhas na pele

Muitas pessoas em algum momento das suas vidas decidiram que deveriam fazer uma espécie de "experimento científico" para, de alguma forma, testar seu medo ou apenas para se divertir quando não se tinha nada mais interessante para fazer, principalmente nas aulas. A cena consiste em transpassar uma agulha ou até mesmo uma linha na pele. Bem, não é nada demais mas é no mínimo estranho o porquê de fazermos estas merdas.

loading...